Composição de quadros:

Para ter uma composição agradável basta equilibrar o grupo, não precisa ser tudo certinho, em linha reta e tamanhos iguais, mas tem que ter uma harmonia visual

Caso não exista um equilíbrio único na composição, pode-se equilibrar por partes:
Nessa parede foram alinhados os quadros menores em linhas retas: um trio na horizontal superior e uma dupla em linha vertical na direita. Uma intersecção perpendicular das duas linhas une os dois grupos.

O quadro maior foi equilibrado à partir de uma linha diagonal que se uniu à intersecção dos grupos de quadros menores.

A existência de um interruptor definiu a posição dos dois quadros inferiores e destes partiu o restante das posições.

O ideal é testar antes essa composição desenhando em um papel ou posicionando os quadros no chão em frente a parede.

Mãos à obra!